Hot!
Custom Search

Diretora de 50 Tons de Cinza, prepara nova série na Netflix


Sam Taylor-Johnson, diretora do primeiro 50 Tons de Cinza, disse em entrevista na edição deste domingo do jornal britânico The Times que sua experiência no filme não foi das mais agradáveis. Principalmente por conta da interferência excessiva da autora dos livros, E.L. James.

“Foi uma luta e teve muita discussão no set, comigo tentando colocar o trabalho no lugar certo”, disse ela sobre 50 Tons de Cinza.

Insatisfeita com o resultado, uma vez que o filme foi eleito o pior de 2015 e levou até o troféu Framboesa de Ouro (troféu que elege os piores filmes), ela agora prefere se manter longe da franquia, ‘50 Tons Mais Escuros’ ficou para James Foley: “Não vou assistir às sequências nunca. Tenho literalmente interesse zero”, à respeito de 50 Tons de Cinza.

Mas Sam ainda tem uma série que promete ser bem "QUENTE".
Trata-se de ‘Gipsy’, série que a Netflix estreia no dia 30 de junho, com Naomi Watts no papel de uma terapeuta que se envolve emocionalmente com os casos de seus pacientes.
A série é recheada de insinuações sexuais e cenas bem quentes, a novidade pode ser uma demonstração do que a diretora poderia ter feito com mais liberdade em ‘Cinquenta Tons de Cinza’. Ela assina os dois primeiros episódios da temporada.


0 comentários:

Postar um comentário